Negócios sustentáveis já se espalham por aí.

O ecossistema já não oferece mais o aporte necessário à utilização de seus recursos e portanto sofre seu maior desgaste. Diante disso, a ideia de reinvenção e adaptabilidade do nosso modo de vida começa a ser uma constante e busca definir novos padrões de consumo para a sociedade.

 

Em um cenário global, essa condição nos obriga a uma transição do consumo excessivo para o consumo consciente. É também um grande desafio para todos os setores da economia: buscar formas alternativas de gerar consumo equilibrado e, consequentemente, criar condições de sustento para o planeta a médio e longo prazo.

 

Não é a toa que estamos falando tanto sobre isso em nossos últimos conteúdos. Os negócios e ideias que estão fazendo a diferença e se engajam nesse movimento começam a surgir em diversas industrias, da moda, a alimentação, urbanismo, varejo e comportamento. Trouxemos várias dessas ideias em nosso Relatório Green Business, dá uma olhada em algumas delas a seguir. 

 

 

INSECTA SHOES 

Os sapatos da Insecta são ecológicos e veganos: são feitos 100% com reaproveitamento de materiais. Os tecidos que dão a cara dos modelos, por exemplo, são reutilização de roupas de brechó. Estimular o consumo consciente e a redução do impacto da industria de moda são dois dos principais pilares do negócio. 

 

 

 

TO GOOD TO GO 

O site Too Good To Go reúne uma lista de restaurantes que oferecem pratos que iriam ser jogados fora por preços que variam de £2 a £3,80 máximo. O cliente faz a ordem pelo site e pode buscar no local uma hora antes do fechamento da loja. A missão do negócio é salvar dinheiro, comida e o planeta, estimulando o não desperdício.  

 

 

 

 

CLANDESTINO POR BEL COELHO

O restaurante da Chef Bel Coelho é um projeto inusitado: o restaurante abre apenas durante uma semana por mês e tem saudabilidade econômica. Segundo Bel, o objetivo é trabalhar o necessário para tirar um sustento para si e para os funcionários, e que depois de uma série de estudos e cálculos ela pôde chegar na fórmula atual. 

 

 

 

VEGAN PARK 

Um espaço na Vila Mariana totalmente voltado para receber e divulgar iniciativas de negócios e a filosofia vegana e orgânica. O espaço de 1.400 m2 terá espaços de convívio e receberá feiras gastronômicas e lojas com cosméticos e produtos veganos, além de espaços para eventos e workshops. A iniciativa é uma parceria do Sebrae com a empresa Veg Nice e será

o primeiro parque 100% vegano do mundo.  

 

 

 

LIXO ZERO

Se espalham as iniciativas de pessoas ao redor do mundo que tem buscado uma maneira de diminuir a produção de lixo. Em Nova York a estudante Lauren Singer criou o site www.trashisfortossers.com para documentar sua rotina de zero lixo / zero desperdício e como outras pessoas podem aderir a essa prática. Para ajudar no desafio, ela começou a produzir seus próprios produtos como pasta de dente e shampoo com produtos naturais. 

 

 

 

Please reload