Observando tendências através da música

19 Jul 2016

 

 

A cultura pop é um grande catalizador de tendências, e a música sempre foi (e será) um dos principais meios para expressar ideias e comportamentos de tribos, grupos e até mesmo de toda uma geração. O rock and roll e o punk rock da década de 80 surgiram com uma ideia de contra cultura que criticava e questionava os padrões da sociedade em suas épocas. O mesmo viu-se no Brasil durante a ditadura militar e suas infinitas tentativas de calar a classe artística que criticava o regime, chegando até mesmo a exilar artistas como Gilberto Gil e Caetano Veloso.

 

Hoje a música não é só uma expressão sonora. Com o boom do YouTube a música precisa ter também uma cara, e porque não ser as duas coisas juntas - ta aí o video-álbum Lemonade de Beyoncé lançado em abril passado: música e video são mais importantes do que nunca juntos. 

 

 

Selecionamos quatro clipes com temas super atuais, mostrando como tendências são parte do nosso dia-a-dia e do seu cliente, influenciando seu comportamento, principalmente se quem estiver falando isso para ele é o seu ídolo. E se você precisa de um Projeto Especial JUICE para entender como aplicar em sua estratégia essas e outras tendências de comportamento, escreva pra gente. 

 

 

Igualdade de gênero e empoderamento feminino com J-Lo from de Block!

J-Lo fala em alto e bom tom "eu não sou sua mãe" deixando bem claro que os papéis sociais de homens e mulheres já passaram da hora de serem repensados. Só mulher lava a louça? Só a namorada cozinha? Só as mães lavam e passam as roupas dos filhos? E por aí vai. O clipe reforça a mensagem trazendo mulheres de diferentes épocas que se revoltam contra seus homens acomodados e mimados. 

 

 

 

 

The Strokes: estética retrô, ou a década nem tão perdida assim dos anos 80.  

Os anos 70 voltaram com tudo, principalmente na moda e no design. O Canal Viva tem reprises de programas e novelas de sucesso de décadas passadas que batem recordes de audiência dos programas atuais. E a Nintendo resolveu relançar seu sucesso NES com 30 jogos como Super Mario e Donkey Kong na memória, mas com cabo HDMI para você jogar nos intervalos entre um remake e outro de clássicos Hollywoodianos dos anos 80. 

 

O The Strokes já foi considerada "salvadores do rock moderno" e sempre teve o pezinho no passado desde o lançamento em 2001 do álbum "Is This It" com um som bem sujo que lembrava as bandas dos anos 70. Em seu novo álbum eles voltam a bater na tecla do velho e bom, mas agora com um apelo visual bem anos 80. O primeiro single "Oblivius" veio com essa estética bem marcante, parecendo um jogo do Atari misturado com um clipe do Kraftwerk. 

 

 


 

Gwen Stefani te mostra quase todas as tendências de moda em 3m30s.

A vocalista do No Doubt é trend setter total quando se trata de moda. Da maquiagem aos figurinos, o novo clipe solo da também vocalista do No Doubt traz inúmeras tendências da moda que estão direto das passarelas: o folk-boho com inspiração em Frida Kahlo, tules em vestidos rodados e saias longas dos contos de fadas, o punk rock futurista, a estética oriental japonesa moderna, lingerie que sai do íntimo e vira peça de rua e o visual alfaiataria chique para homens! 

 

 

 

 

Queen Bey e o orgulho negro do cabelo enrolado.

Falar de Beyoncé atualmente é falar de tendência. Ela tem uma multidão que a segue em todas as partes do mundo e por onde passa tem deixado seu legado que cada vez mais questiona e relata a discriminação sofrida pelos negros, valoriza a cultura negra e suas raízes.

 

Formation foi lançado e veio como um soco no estômago de todos falando em letra e imagens sobre questões que são tratadas de modo banal, como a polícia que age de maneira opressora com a população negra, a força da cultura afro e a valorização das suas raízes, do cabelo enrolado e do nariz de negro, apenas para citar algumas. Destaque para o figurino repleto de grifes de luxo como Chanel, Givenchy e Gucci que funcionam como um representação do poder de conquista de Beyoncé como artista dentro de um sociedade machista e preconceituosa, e da comunidade negra que se vê representada nela. 

 

 

 

 

 

Please reload