Você (e seu negócio) está preparado para adaptar?

17 May 2016

O momento não poderia ser mais propício: os valores e as pessoas estão mudando em nossa cultura. Ainda mais em momentos de crise. Queremos novas ideias, novos politicos, novas oportunidades, mais empatia e menos agressão, #maisamorporfavor. 

 

Essas mudanças impactam em como e no que queremos como cliente, consumidores. E você, temos certeza, já percebeu isso em seu dia-a-dia. E como você vai de adaptar a esse novo cenário? Vai se comunicar de forma diferente? Criará um novo produto ou serviço? Vai explorar outro nicho de mercado?

 

Selecionamos alguns exemplos legais da área de design que mostram como adaptação pode ser algo muito natural e transformar a sua história, e o seu negócio.

 

O arquiteto Barreto

Esse arquiteto motivou sua mudança na carreira não só porque viu o novo mercado potencial, mas porque aliou seus ideias e valores para tornar isso possível. Marcio Barreto sempre quis trabalhar com arquitetura, mas fugir do estereótipo da profissão onde projetos caros e clientes de elite eram os únicos que tinham acesso a contratar o serviço. Quando já estava saturado do mercado como era e se viu sem muita saída, inovou e colocou em prática seu sonho da época da faculdade: projetos de arquitetura que cabem no seu bolso. Os projetos tem custo fixo de R$300,00 tornando o serviço acessível e estimulando o consumo do mesmo em cliente que até gostariam, mas jamais conseguiriam contratar um profissional. 

 

 

Prototyp& Chão de Fábrica

 

instagram @prototype_sp

 

A ideia do designer Felipe surgiu quando ele viu que o mercado do design brasileiro estava cada vez mais limitado pois o preço impedia uma demanda maior, embora a oferta fosse excelente. O que ele fez foi buscar uma maneira de reduzir o markup (preço médio trabalhado pelo mercado) tornando peças de design mais acessíveis. Para isso criou uma oficina de protótipos colaborativa que envolve a participação de diversos profissionais autônomos que trabalham em conjunto para o desenvolvimento e produção dos projetos. Esse espaço conjunto com showroom e escritório faz com que o cliente também possa participar de forma mais próxima do processo de criação e produção do design. 

 

 

Mono Design

Encabeçando a ideia de 'Design para Todos' o site Mono Design trabalha dentro do conceito de Open Source Design, onde os projetos são abertos: você pode acessar o site e baixar projetos para você mesmo executar a produção, seja sozinho ou com outro profissional. Segundo a Mono Design, essa estratégia permite que o consumo de peças de design seja ampliado e atinja outros públicos, além de ser uma plataforma muito importante para novos profissionais se destacarem, e também para disponibilizar projetos de designers de fora do país, que muitas vezes acabam barrados por altas taxa de importação e dificuldades de logística. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload