Moda - empoderamento feminino - religião: tudo junto e misturado.

29 Mar 2016

Já faz algum tempo que elas tem ganhado espaço como consumidoras assíduas de moda, e não só no mercado do alto luxo. Por baixo dos véus e das túnicas usadas como respeito à religião, boa parte das muçulmanas veste peças que seguem as últimas tendências fashion e participam dos desfiles como convidadas vip nas primeiras filas. 

 

Pois o mercado finalmente parece estar se adaptando e querendo conquistar de vez o gosto dessa consumidora. Vendo essa oportunidade marcas como a italiana Dolce & Gabbana e a fast fashion japonesa Uniqlo lançaram recentemente coleções de abayas, acessórios e hijabs pensados exclusivamente para as muçulmanas. 

 

Foto Uniqlo - www.uniqlo.com

 

Esse movimento já tem sido inclusive chamado de Muslim Fashion, e quando olhamos com mais cuidado notamos que ele não só parece partir do fato de que a população muçulmana é hoje de cerca de 1/4 da populacão mundial, mas vem embasado no empoderamento feminino onde a mulher muçulmana tem também buscado seu espaço e a oportunidade de mostrar sua identidade e vontades.

 

Trata-se de uma tendência de consumo importante que no Brasil já é percebida de forma expressiva com o surgimento da moda evangélica (entre outros produtos específicos para esse público). Nos bairros Bom Retiro e Brás em São Paulo já existem diversas marcas exclusivas para o segmento evangélico, e basta uma breve busca no google para entender como esse nicho vem crescendo e ganhando espaço, principalmente entre os jovens, assim como na comunidade muçulmana.

 

 

Que tendência é essa?
Empoderamento feminino + moda e religião

Por que devo saber sobre isso?

O Brasil tem uma grande parcela da população evangélica, e entre os imigrantes, os muçulmanos são uma das maiores comunidades no país. Além disso, a discussão sobre empoderamento feminino e como as marcas reagem a essa discussão é algo latente. Você precisa estar preparado para se posicionar frente a ele. 

 

Como aplicar isso na prática?

O primeiro passo é entender se seus clientes e sua marca estão em contato com esse meio e são consumidores desses grupos. Pesquise e entenda! Há uma oportunidade de diferenciar seu produto e serviço para esse mercado se você conseguir combinar os atributos que esse público busca à aquilo que sua marca representa. 

 

 

A Dolce & Gabbana optou por cores como preto, branco e beges, que aliados a delicados e discretos bordados, rendas e estampas que já são marca registrada da casa italiana, deram um toque discreto a bolsas, sapatos e acessórios para compor a linha chamada Abaya. Foto Dolce & Gabbana

 

 

 

 

Já a marca japonesa aposta no mercado das jovens e através de colaboração com a blogger Hana Tajima criou uma coleção moderna com cores marcantes e peças como calças, blusas, vestidos e diferentes tipos de hijabs que podem ser usados de diferentes formas. Foto Uniqlo

Please reload